domingo, 11 de maio de 2008

Administração Científica: Taylor e Ford


Administração Científica: Taylor

Taylor iniciou o seu estudo observando o trabalho do operário. Sua teoria seguiu um caminho de baixo para cima, e das partes para o todo; dando ênfase na tarefa. Para ele a administração tinha que ser tratada como ciência.

Organização Racional do Trabalho:

  • Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos: objetivava a isenção de movimentos inúteis, para que o operário executasse de forma mais simples e rápida a sua função, estabelecendo um tempo médio.
  • Estudo da fadiga humana: a fadiga predispõe o trabalhador a diminuição da produtividade e perda de qualidade, acidentes, doenças e aumento da rotação de pessoal
  • Divisão do trabalho e especialização do operário
  • Desenho de cargos e tarefas: desenhar cargos é especificar o conteúdo de tarefas de uma função, como executar e as relações com os demais cargos existentes.
  • Incentivos salariais e prêmios de produção
  • Condições de trabalho
  • Padronização: aplicação de métodos científicos para obter a uniformidade e reduzir os custos
  • Supervisão funcional: os operários são supervisionados por supervisores especializados, e não por uma autoridade centralizada.

. Homem econômico: o homem é motivavel por recompensas salariais, econômicas e materiais.

A organização era vista como um sistema fechado, isto é, os indivíduos não recebiam influências externas. O sistema fechado é mecânico, prevesível de determinístico.

Fordismo

  • Aperfeiçoamento e mecanização (esteira móvel) do sistema criado por Taylor.
  • 1913- proibição do uso do cronômetro (pelo estado americano)
  • 1914- Ford cria a linha de produção

Características do Fordismo:

  • Crediário: atrair o consumo (até p/ os próprios operários)
  • Introduziu o marketing como nunca antes
  • Aumentou os salários a padrões desconhecidos
  • Reduziu a jornada de trabalho para 8 horas
  • Criou a Produção em Massa, a Verticalização (extração da matéria-prima até a comercialização do produto) e o "just in time" (não existe estoque, você produz o que vende)
  • Criou o trabalhador Ford (sob vigilância: hábitos dentro e fora da empresa)

Princípios:

  • Intensificação: maior velocidade possível = linha de montagem
  • Economicidade: menor tempo possível, sem espaço de armazenamento da produção ("just in time")
  • Produtividade: máximo de produção no menor tempo
  • video

    Nenhum comentário: